Redução da taxa de inscrição na Ordem dos Farmacêuticos


Na sequência da revisão do Regulamento de Quotas e Taxas da Ordem dos Farmacêuticos, aprovado na última Assembleia Geral Nacional da Ordem dos Farmacêuticos, a taxa de inscrição dos jovens farmacêuticos (admitidos até 5 anos após a conclusão do grau académico) será reduzida, já a partir de 2020.

Ao longo do período eleitoral que antecedeu a eleição da atual Direção da Ordem dos Farmacêuticos, a APJF – Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos manifestou às listas candidatas a sua posição sobre a necessidade de ser revisto o valor da taxa de inscrição que permite a admissão à Ordem profissional.

Fundamentámos esta posição em virtude de, no contexto atual, serem cada vez mais as áreas profissionais que não exigem a um Mestre em Ciências Farmacêuticas ter carteira profissional, e a jóia representar um entrave à agregação profissional junto da Ordem dos Farmacêuticos, assim como uma barreira à regulamentação das novas áreas profissionais onde os jovens farmacêuticos consolidam a sua presença.

Apesar desta proposta, desde o primeiro instante que defendemos que qualquer revisão deste regulamento não podia nunca, em momento algum, colocar em risco a sustentabilidade financeira da Ordem dos Farmacêuticos.

Assim, congratulamos a Ordem dos Farmacêuticos, nos seus corpos dirigentes e, em particular, na pessoa da Senhora Bastonária, Professora Doutora Ana Paula Martins, pela receptividade à proposta apresentada pela APJF e aprovada pela Assembleia Geral da Ordem dos Farmacêuticos.

Esperamos que este seja mais um fator que promova a agregação de todos os colegas em torno da nossa Ordem Profissional, e que o mesmo resulte no aumento do número de farmacêuticos inscritos e participantes na instituição.